segunda-feira, março 4, 2024
spot_img
InícioPara VocêMulherEntidades se mobilizam para combater o câncer de mama em BH

Entidades se mobilizam para combater o câncer de mama em BH

 

O mês de outubro é dedicado à conscientização sobre a importância dos exames de rotina para o diagnóstico precoce do câncer de mama. Assim como em outros anos, várias instituições de Belo Horizonte resolveram aderir à causa e estão promovendo ações na cidade.
O Hospital da Baleia e o Shopping Cidade realizam hoje (1/10) o PINK DAY para abrir o mês. Na praça central do Piso Tupis do mall, entre 11h e 15h, uma bike estilizada com cabine de fotos instantâneas, foi instalada para que os clientes possam tirar fotos e levá-las para casa gratuitamente.

 

Ao longo do mês, o tema será abordado também no ambiente online. Nas redes sociais do hospital, serão publicados vídeos contendo dicas sobre as melhores formas de tratamento e prevenção. O objetivo é que as informações sejam compartilhadas pelos internautas e cheguem ao maior número de mulheres possível. O conteúdo é da coordenadora da Clínica de Mastologista do Hospital da Baleia, Claudia Márcia e Silva.
Para encerrar o mês, no dia 29 de outubro, às 11h, na sala de cinema do Shopping Cidade, haverá uma palestra aberta ao público, com a Cláudia Márcia. Na ocasião, ela abordará o tema “Prevenção e a importância do diagnóstico precoce”. O acesso será gratuito e os ingressos estarão disponíveis para retirada na Sympla, a partir do dia 15 de outubro.

 

O Hospital Madre Teresa, em parceria com a Sociedade Brasileira de Mastologia, Oncoclínicas e o laboratório Dopsom, promove a 1ª edição da “Campanha Outubro Rosa HMT”, de 1º a 31 de outubro. A ação tem apoio da equipe de médicos mastologistas e nutricionistas para agendamento de consultas e exames no horário noturno, das 18h às 21h, com descontos de 50% para quem não tem plano de saúde.
O tema da Campanha Outubro Rosa da Sociedade Brasileira de Mastologia “Mais Acesso, Mais Respeito – Todos contra o câncer de mama” destaca a importância de simplificar e ampliar o acesso a atendimentos, desde o rastreamento ao tratamento, aumentando as chances de cura.
A mastologista do Hospital Madre Teresa e membro da Sociedade Brasileira de Mastologia Natália Sadi Motta explica que a iniciativa informa, conscientiza e esclarece funcionários e pacientes sobre o câncer de mama, auxiliando na identificação de pessoas de risco, prevenção, detecção precoce e tratamento. “Durante o mês de outubro, ocorrerão palestras abertas ao público e aulas coletivas em ambientes corporativos. A campanha também terá consultas e exames particulares com preços especiais, entre os dias 7 e 18 de outubro. Durante as consultas e aulas, as pessoas poderão se informar melhor sobre o câncer de mama, ações preventivas, detecção e tratamento, entre outros temas”, afirma a médica.

 

No domingo, dia 6, o Laboratório Lustosa também irá promover o Lustosa É Mais Saúde, na praça Duque de Caxias, no bairro Santa Tereza, com um espaço dedicado à prevenção do câncer de mama. O Espaço da Mulher terá uma ação especial do Projeto Mamamiga pela Vida – idealizado pela Associação de Prevenção do Câncer da Mulher (Asprecam), que levará informações sobre diagnóstico precoce e prevenção ao câncer de mama. Além disso, serão promovidas rodas de conversa para adultos e crianças sobre temáticas de câncer, para tirar dúvidas. A voluntária do projeto, Raquel Simplício, autora do livro “Mochila de Perguntas: informações sobre o Câncer ao Alcance dos pequenos e dos grandes”, abordará o tema de forma lúdica, com bingo e jogo da memória baseados no livro.

 

Para animar ainda mais a manhã, haverá apresentação do bloco de Carnaval Mamamiga Folia. A Presidente da Asprecam, Mônica Bessa, explica que o bloco de Carnaval reforça a conscientização sobre o câncer e a importância do autocuidado, mas de forma alegre, ajudando a desmistificar a doença. O Mamamiga Folia tem o apoio da bateria do bloco Com Sagrado e realiza ensaios abertos. Qualquer pessoa que se identifique com a causa de prevenção ao câncer pode participar.

O Lustosa é Mais Saúde será realizado de 9h às 13h e contará ainda com o Espaço do Coração, onde as pessoas poderão medir a pressão e a glicose, além de ter um bate papo sobre a saúde cardiovascular. Os interessados poderão ainda aprender a medir o IMC, verificando se o peso está adequado. No Espaço da Criança, haverá atividades e brincadeiras à moda antiga. Uma das alternativas é a instalação sensorial, para crianças de 0 a 4 anos. A meninada poderá se divertir com objetos sonoros como chocalhos, sininhos e chaves, entre outros. Para crianças de 3 a 12 anos, haverá um espaço com cones, cordas, elástico e bolas. Também para meninos e meninas dessa mesma idade, estará disponível a Oficina dos Quatro Elementos da Natureza. Entre as brincadeiras, estão as tradicionais Teatro de Sombra, bolinhas de gude e peões.

 

E tem mais! O encontro trará um incentivo ao movimento, com atividades de Yoga e ações da Bike Anjo, projeto com ciclistas experientes que ensinam gratuitamente os interessados em aprender a andar de bicicleta. Para aqueles que têm medo na hora de andar sobre duas rodas, nada de desânimo: o Bike Anjo oferece apoio especial a essas pessoas.
CÂNCER DE MAMA

O Instituto Nacional do Câncer (INCA) aponta que o câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre mulheres, representando cerca de 29,5 % do total de novos casos ao ano, ou seja, uma média de 60 mil ocorrências. O diagnóstico precoce responde por mais de 95% das chances de cura e a identificação de pessoas com alto risco para doença hereditária (cerca de 10% dos casos de câncer de mama) é importante.

 

O presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Minas Gerais, Waldeir Almeida Junior explica que ainda é preciso promover o acesso à informação sobre os direitos femininos em relação à saúde das mamas. “A campanha alerta sobre a complexidade dos sistemas públicos de regulação, obrigando a mulher a esperar meses por uma consulta ou exames básicos, principais fatores prejudiciais para o diagnóstico precoce que, quando acontece, proporciona mais de 95% de chances de cura”, afirma.
A campanha também promove a sensibilização social para a disseminação cada vez maior de informações para conscientizar a população sobre a importância da prevenção, que pode reduzir em até 30% o número de diagnósticos da doença com hábitos simples e saudáveis. “Alguns estudos comprovam que 150 minutos de atividade aeróbica semanal reduz em 22% a reincidência do câncer. Por outro lado, o alto consumo de carnes vermelhas e embutidos, ingestão de grandes quantidades de bebidas alcóolicas, a obesidade e o tabagismo também favorecem o desenvolvimento de células cancerígenas”, alerta Almeida.

 

Outra preocupação da comunidade médica é o surgimento crescente de fake news, colaborando assustadoramente com o aumento de casos, decorrentes dos mitos compartilhados nas mídias sociais, como “radiação da mamografia causa câncer de tireoide” e “se já estou velha não preciso mais me preocupar com o câncer de mama”.

O mastologista alerta que todas essas informações estão equivocadas e apenas espalham medo e ampliam os casos de diagnósticos em fase avançada. “O Outubro Rosa dissemina informações corretas sobre causas, tratamentos, cura e prevenção do câncer de mama. É importantíssimo a mulher e seus familiares – que também fazem parte da conscientização e promoção da saúde – saberem que a radiação do exame de mamografia não é perigosa, pois é obtida com o uso de feixe de raios-x de baixa energia. As mulheres mais velhas, na pós-menopausa, são o grupo mais acometido pelo câncer de mama e, nessa idade, cresce a importância dos hábitos saudáveis e dos exames de rastreamento”, observa o médico.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos