sexta-feira, junho 14, 2024
spot_img
InícioEspecialidadesNefrologiaMater Dei promove mutirão de exames gratuitos de creatinina à população

Mater Dei promove mutirão de exames gratuitos de creatinina à população

A Rede Mater Dei de Saúde vai realizar um mutirão para a realização de 130 exames gratuitos de creatinina, destinados a quem não tem planos de saúde, nas unidades de Belo Horizonte (50 exames), Betim-Contagem (50 exames) e Salvador (BA) (30 exames). A mobilização faz parte da comemoração do Dia Mundial do Rim, lembrado em 9 de março.

Os pacientes que forem contemplados com o exame, terão uma consulta posterior, para receberem os resultados. Aqueles que apresentarem alguma alteração renal, serão aconselhados a procurar o Sistema Único de Saúde (SUS), com o laudo em mãos. As pré-inscrições serão realizadas no dia 27/03 e o formulário será divulgado no Instagram da Rede Mater Dei (@redematerdei) e do Mater Dei Salvador (@materdeisalvador), e os contemplados serão os primeiros inscritos.

Segundo o médico nefrologista Marcus Lasmar, coordenador do Setor de Nefrologia do Mater Dei Contorno da Rede Mater Dei, o Dia Mundial do Rim em 2023 tem como foco a proteção e os cuidados à população mais vulnerável. “A ideia este ano é que as informações cheguem às pessoas mais carentes, que podem não estar recebendo tratamento adequado. É de extrema relevância identificarmos as pessoas que podem ter doenças renais, dando-lhes acesso a tratamentos e terapias adequadas”, pontua.

O ideal, segundo o médico, é que toda pessoa, principalmente acima de 40 anos, possa fazer um exame anual de dosagem de ureia e creatinina – exames marcadores da função do rim. “Esses exames simples são capazes de nos mostrar como está o funcionamento dos rins. Fato é que os brasileiros estão ficando mais velhos, nossa sobrevida está aumentando e precisamos cuidar desse importante órgão que filtra e excreta impurezas do organismo”, diz.

Suplementação em excesso – Uma questão que tem preocupado nefrologistas  de todo o mundo na última década é o excesso de suplementação. “Virou uma febre tomar vitamina para tudo, vitamina B, D, suplementos hormonais, minerais e fitoterápicos. Depois da Covid-19, isso explodiu. Somente a partir de 2019 que a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) começou a regulamentar esse tema, mas ainda precisamos melhorar, pois as pessoas tomam os suplementos, sem conhecer sua saúde renal. O perigo disso é o depósito de minerais nos rins, podendo provocar cálculos renais e outras complicações”, explica.

Por dentro dos rins – Os rins têm muitas funcionalidades, entre elas a regulação da pressão arterial, filtragem do sangue, eliminação das toxinas do corpo, controle da quantidade de sal e água no organismo, produção de hormônios – que evitam a anemia e doenças ósseas, entre outras.

A Doença Renal Crônica (DRC) caracteriza-se por uma lesão nos rins que se mantém por três meses ou mais, com diversas consequências, principalmente para essas funções que o órgão desempenha.

“Em geral, nos estágios iniciais, a DRC é silenciosa, ou seja, não há sintomas ou são poucos e inespecíficos. Os principais fatores de risco para ocasionar a doença são a diabetes e a hipertensão arterial, especialmente quando associados ao tabagismo. Diante desse quadro, para cuidar bem dos seus rins é necessário um bom controle da pressão arterial e da glicose”, explica.

Diálise – As doenças que acometem o órgão são genéticas ou adquiridas ao longo da vida ou as que surgem em decorrência de outras questões sistêmicas do paciente, como diabetes e hipertensão. Quando os rins sofrem de alguma doença crônica que leva à perda de suas funções, ocorre a insuficiência renal e é preciso substituir essas funções pela diálise ou, em casos específicos, por transplante renal. A diálise visa repor as funções dos rins, retirando as substâncias tóxicas e o excesso de água e sais minerais do organismo, estabelecendo assim uma nova situação de equilíbrio.

A Rede Mater Dei de Saúde tem um serviço completo de hemodiálise para cuidar de pacientes renais crônicos e agudos, realizando diálise contínua por 72h a pessoas internadas em suas unidades; pacientes externos; e diálise em trânsito, para pacientes de outras localidades que precisam permanecer em tratamento durante um determinado período.

Sobre a Rede Mater Dei de Saúde 

Somos uma rede de saúde completa, com 42 anos de vida, tendo o paciente no centro de tudo e ancorada em três princípios: inteligência e humanização como pilares do atendimento; tecnologia como apoio da excelência; e solidez das  governanças clínica e corporativa. Nossos serviços médico-hospitalares estão disponíveis para toda a família, em todas as fases da vida, com qualidade assistencial e profissionais altamente capacitados e especializados. Estamos em expansão, levando para mais pessoas o Jeito Mater Dei de Cuidar e de Acolher. Nossa premissa é valorizar a vida dos nossos pacientes em cada atendimento, disponibilizando o melhor que a medicina pode oferecer.

Unidades

Minas Gerais: Hospital Mater Dei Santo Agostinho, Hospital Mater Dei Contorno, Hospital Mater Dei Betim-Contagem, Hospital Santa Genoveva, CDI Imagem e Hospital Santa Clara

Bahia: Hospital Mater Dei Salvador e Hospital Emec

Goiás: Hospital Premium

Pará: Hospital Porto Dias

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos