quarta-feira, fevereiro 21, 2024
spot_img
InícioNotíciaO que você precisa saber sobre o coronavírus

O que você precisa saber sobre o coronavírus

O vírus já se espalhou pelo mundo – inclusive no Brasil – e a pandemia foi decretada. Agora, o melhor é a prevenção. A rápida disseminação do novo coronavírus, causador da Covid-19, está exigindo uma grande mudança de comportamento das pessoas. Não é diferente no nosso país e na nossa comunidade. É importante manter a serenidade, seguindo as recomendações das autoridades, com base em informações oficiais.

 

O que se sabe até o momento?
A doença se manifesta com sintomas similares aos da gripe comum e na maioria dos casos se restringe à coriza, tosse, dor de garganta e febre branda. Cerca de 80% a 85% das pessoas contaminadas pelo vírus apresentam apenas sintomas leves, e o próprio organismo, pela ação dos anticorpos, se encarrega de combater a doença. Daí a importância de cuidar do sistema imunológico com uma boa alimentação, sono de qualidade e controle do stress, evitando o pânico.

Mas em casos mais raros, esses sintomas podem evoluir para um quadro de dificuldade respiratória, o que requer assistência médica imediata, podendo levar à internação hospitalar e até mesmo à morte. A observação da experiência nos demais países indica que os idosos, diabéticos, hipertensos, pessoas com comprometimento cardiovascular e do sistema imunológico oferecem maior predisposição às manifestações mais graves da doença.
E aí reside a maior preocupação das autoridades, pois o nosso sistema público de saúde não tem capacidade para atender a uma grande demanda de pessoas portadoras desses sintomas mais graves, ainda que representem um percentual menor. E como ainda não há drogas para combater o vírus, nem tampouco uma vacina, precisamos evitar a todo custo a disseminação.

 

Como o vírus é transmitido?
A contaminação acontece por intermédio das gotículas que expelimos ao tossir, espirrar ou falar muito próximo de uma pessoa. Também ocorre o contágio pelo contato físico, quando apertamos a mão de alguém e depois a levamos ao rosto, tocando os olhos, boca ou nariz. O período de incubação varia de 5 a 12 dias.

 

Como se prevenir do contágio?
O Ministério da Saúde e os profissionais da saúde em geral recomendam um conjunto de atitudes simples e eficazes:
• A correta higienização das mãos é necessária após tocar superfícies utilizadas por muitas pessoas, como corrimãos, maçanetas de portas, carrinhos de supermercado, máquinas de pagamento online, etc. Lavar as mãos com água e sabão, por pelo menos 20 segundos são os recursos mais eficientes e não sendo possível, podem ser substituídos pelo álcool em gel, desde que as mãos não estejam visivelmente sujas.
• Observar as regras de etiqueta social: cobrir a boca e o nariz com o antebraço e manter uma distância de pelo menos 1 metro das outras pessoas.
• Evitar aglomerações de pessoas, estando doente ou não.
• Evitar o contato com pessoas doentes.
• Manter o ambiente bem ventilado.
• Não compartilhar objetos de uso pessoal, como pratos, copos, talheres, celulares, etc.

 

Como agir diante dos sintomas?
As recomendações das autoridades, até o momento, são muito claras: se você apresenta sintomas leves – não importa se contraiu a Covid-19 ou uma simples gripe ou resfriado -, é preciso isolamento em casa por duas semanas, tempo suficiente para recuperar, com repouso e hidratação adequada. Assim não haverá o risco de inadvertidamente transmitir a doença para outras pessoas que poderão desenvolver os sintomas mais graves, ao contrário de você. Seja solidário neste momento.
Mas se observar febre persistente e falta de ar, procure imediatamente o seu posto de saúde, onde será avaliado e eventualmente encaminhado para uma unidade hospitalar, se necessário.


Por que é importante o isolamento social?

É fato que muitas pessoas, mesmo sendo contaminadas, não apresentarão nenhum sintoma, e sequer darão conta disso. Mas ainda assim poderão transmitir a doença. E também em função do longo período de incubação da doença, muitos serão transmissores inconscientes da doença até que apresentem os sintomas.
Daí a importância das medidas de contenção adotadas pelas autoridades de diversos estados e municípios, como o fechamento de estabelecimentos públicos e privados. A ideia é justamente fazer com que a população permaneça em casa para que o ritmo de propagação da doença seja diluído ao longo do tempo.

E importante! O melhor meio para se informar sobre a doença é o site oficial do Ministério da Saúde. Fique longe das Fake News, acesse coronavirus.saude.gov.br.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos