sexta-feira, junho 14, 2024
spot_img
InícioNotíciaBares e restaurantes retomam atividades seguindo o rigor do novo “normal”

Bares e restaurantes retomam atividades seguindo o rigor do novo “normal”

A pandemia de covid-19 pegou o mundo de surpresa e fez com que todo o comércio fechasse suas portas para evitar a propagação da doença. Após todo o desequilíbrio causado no setor, os bares e restaurantes de Belo Horizonte voltam às suas atividades depois de cinco meses de portas fechadas. Este retorno, porém, conta com medidas rigorosas de segurança, seguindo as normas do novo “normal”, e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) lançou uma cartilha para garantir a segurança de empresários, trabalhadores e clientes.
O documento conta com instruções para redução da capacidade do público, reforço na higienização do ambiente e utensílios, cuidados redobrados na cozinha e no contato com clientes, disposição de álcool em gel em várias partes do ambiente, controle de acesso das pessoas e um alerta para as formas de pagamento, dando prioridade a pagamentos virtuais e cartões.
Na capital mineira, as atividades foram regulamentadas tendo como principais critérios os horários e dias de funcionamento.
Poderão abrir:

• De segunda a sexta-feira, das 11h às 15h: serviços de alimentação para consumo no local, porém não poderá ser consumido bebidas alcoólicas;

• De segunda a sexta-feira, de 12h às 15h: serviços de alimentação para consumo no local, que sejam localizados em shoppings, sem consumo de bebidas alcoólicas;

• Às sextas-feiras, a partir do dia 4/9, das 17h às 22h, com consumo de bebidas alcoólicas;

• Aos sábados e domingos, a partir do dia 5/9, das 11h às 22h, com consumo de bebidas alcoólicas.
Poderão funcionar de acordo com as seguintes normas:

• Espaços de lazer e área kids dos estabelecimentos deverão ser mantidas fechadas;

• Distanciamento mínimo de 1 metro entre ocupantes da mesma mesa, e 2 metros entre mesas, com um máximo de 4 pessoas por mesa;

• Utilização de senhas eletrônicas, aplicativos de mensagens virtuais para evitar filas;

• Cardápios virtuais, para evitar a contaminação, e em caso de cardápio físico, deve ser utilizado plastificado, possibilitando a limpeza após o uso do cliente;

• Em caso de consumo em balcão, o local deve ser devidamente higienizado constantemente, os bancos devem ser fixos, com distância de 1 metro entre os bancos;

• Eliminar fichas e comandas físicas e cartões;

• Dar prioridade em colocar mesas e cadeiras em ambientes externos, ou locais que tenham boa ventilação;

• Os alimentos não poderão estar dispostos, sendo qualquer lanche ou prato ser entregue já montado ao cliente, eliminando assim o estilo self-service;

• Não poderão estar dispostos em mesas saleiros, dispensadores de temperos, açucareiros, molhos e afins, sendo obrigatório o fornecimento de sachês ao cliente, para uso individual;

• Talheres e pratos não poderão ficar expostos e, em caso de refeições a la carte, as mesmas devem ser entregues cobertas na mesa do cliente.

 

Todos os estabelecimentos deverão seguir as normas para que assim possam dar continuidade às suas atividades. O sistema de fiscalização foi reforçado para garantir a segurança do consumidor e impedir a transmissão do vírus.
Caso haja um novo aumento nos números de contaminação da doença, poderá haver regressão no processo de flexibilização.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos