domingo, junho 16, 2024
spot_img
InícioSaúde e bem-estarEstética e BelezaAulas curtas e de alta intensidade são tendência nas academias

Aulas curtas e de alta intensidade são tendência nas academias

 

Professor de musculação da Bodytech, Hernesto Innecco

A dobradinha aulas de curta duração e exercícios de alta intensidade é a tendência nas academias de Belo Horizonte para o verão 2019/2020. Essa combinação envolve várias modalidades, como corrida, bicicleta, funcional, promovendo perda calórica e ganho de condicionamento. Nas academias, já é esperado um aumento na demanda com a proximidade da estação mais quente do ano, impulsionado pelo desejo de fazer bonito à beira mar ou na piscina. E, segundo os profissionais da área, o ideal é que as pessoas aproveitem o chamado “projeto verão” para entrar em forma, mas também para colocar os exercícios físicos na rotina durante o ano todo, garantindo ganhos estéticos e para a saúde.

Gerente do Programa de Resultados da academia Cia Atlhetica, Diogo Fiorini explica que o modelo unindo aulas mais curtas e exercícios de maior intensidade está em alta inclusive pela falta de disponibilidade de tempo das pessoas. Uma das alternativas da academia, que fica no Diammond Mall, é a Cia Funcional, que usa o equipamento Syrngy 360, uma plataforma modular para exercícios. As atividades acontecem em formato de circuito, com treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) e têm duração 30 minutos. Entre outras opções da Cia Atlhetica estão Spinning, Running Class; Fit Dance e Crossfit.

Dentro da tendência para o verão, a Bodytech, no Ponteio Lar Shopping, oferece um circuito de 12 minutos, o Peak12. Há também o BT Express, que dura 35 minutos e tem como proposta ganho de massa magra, perda de peso e melhora do condicionamento. Essas opções são adaptáveis às características de cada aluno e incluem exercícios de mobilidade, aeróbicos e de força.

Professor de musculação da Bodytech, Hernesto Innecco explica que a aula intervalada, que mistura estímulo e pausa, gera perda calórica e ganho de resistência. Esse tipo de exercício leva a um mecanismo fisiológico que aumenta o gasto calórico mesmo após o término da atividade física. “O resultado também depende do comprometimento da pessoa com alimentação saudável”, diz.

Ele explica também que o Colégio Americano de Medicina Esportiva considera que a atividade regular, mesmo que de baixa duração – aproximadamente 30 minutos por dia –, já garante excelentes resultados. “Isso se for conjugada a bons hábitos, como caminhar três quarteirões para ir à padaria ou subir lances de escada até o escritório”, reforça Innecco.

O professor de educação física e coordenador/gestor da Academina Turner Prime, Fred Kempler, também aponta como tendência para o verão as modalidades integradas de alta intensidade. “Atividades tradicionais, como musculação e ginástica localizada, permanecem. Mas ganham força modalidades funcionais, que utilizam o próprio peso corporal para a atividade, integrada a exercícios aeróbicos, como corrida, bicicleta e pular corda. Essa atividade garante alto gasto calórico e ajuda a emagrecer”, explica. A Turner Prime fica no Bairro de Lourdes.

E Kempler reforça a importância da atividade física no dia a dia. “O ideal é que as pessoas aproveitem esse “start” do verão para mudar hábitos e incluir o exercício numa rotina de vida saudável, com ajuda de orientação profissional”, diz ele.

Diogo Fiorini, da Cia Atlhetica, tem opinião semelhante. “Aproveitar esse momento para começar a atividade física e ficar bem nas festas de fim de ano, em janeiro, no carnaval, é ótimo. Mas é necessário elaborar um programa real, levando em consideração uma meta real, para que haja resultado e continuidade”, reforça Fiorini.

O professor de musculação da Bodytech, Hernesto Innecco considera ainda que os profissionais devem incentivar a continuidade da atividade física. “Não há problema nenhum no projeto verão, em alcançar resultados em 2 meses, com objetivos estéticos. Mas o profissional deve estimular o aluno a manter a prática no seu dia a dia, em busca de rotinas saudáveis contínuas”, diz.

SAIBA MAIS

As aulas que seguem a lógica do protocolo de HIIT, do inglês Hingh-intensity interval training, baseiam-se em treinos que mesclam estímulos curtos e de alta intensidade com exercícios de baixa intensidade.

DICA DE ALUNO

“O difícil é ficar sem fazer esportes”

O estudante de engenharia civil Otávio Coutinho de Carvalho Milagres sempre praticou esportes. “Para mim, não é difícil fazer esportes. O difícil é ficar sem fazer esportes”, diz. Ele chegou a ser jogador de futebol em categorias de base, acabou se lesionando e deixou de ser um esportista profissional, mas não abandonou a atividade física.

Ele inclui esportes como aulas coletivas em academia – frequenta a Cia Atlhetica -, corrida, bicicleta e natação em seu dia a dia. Pratica atividades físicas todos os dias, por aproximadamente uma hora.

Segundo o universitário e esportista, os ganhos são muitos, como aumento na qualidade de vida, melhora no humor, convivência em ambientes saudáveis e também – por que não? – uma caprichada na estética.

Como dica para quem tem dificuldade de incluir a atividade física no dia a dia, ele sugere uma reflexão sobre quais os objetivos essa pessoa tem. “Eu acho que primeiro de tudo a pessoa tem que saber o que quer conseguir. Se ela tomar a decisão de ter uma vida saudável e tiver foco, o resto fica mais fácil. A atividade física vai passar a fazer parte da rotina dela sem muito esforço”, diz.
OPÇÕES

As temperaturas estão aumentando e, com elas, a procura pelas academias. Quer entrar em forma para o verão? Veja abaixo algumas sugestões:

Cia Funcional: aula funcional em grupo, exclusiva da Cia Athletica, desenvolvida com o uso do equipamento Syrngy 360. São 30 minutos de aula com variedade de movimentos que permite treinar todo o corpo e gastar muita energia.

Fit Dance: Aula de dança com músicas regionais atuais, sertanejo, funk e pop internacional. Garante alto gasto calórico. Tem o diferencial de ser bem divertida.

BT Express: proposta da Bodytech para ganhar massa magra, perder peso e melhorar o condicionamento investindo 35 minutos diários. É adaptável ao condicionamento do aluno e conta com uma série de exercícios de mobilidade, aeróbicos e de força.

Peak12: Com duração de 12 minutos e alta intensidade, a modalidade oferecida pela Bodytech é baseada no conceito de HIIT e promove alto gasto energético e elevação da taxa metabólica mesmo após o término da atividade. Há também melhoria do condicionamento físico. Por conta da curta duração, tem maior chance de engajamento.

Intensive Running – proposta da Turner Prime, agrupa exercícios funcionais (que utilizamo próprio peso corpo), e aeróbicos, como corrida e bike, em 45 minutos de atividades.

Running Class – é uma aula coletiva de corrida em esteiras ergométricas. Tem duração de 20 minutos a 1 hora, dependendo do treino, e é realizada sob a orientação de um profissional. Melhora o condicionamento cardiovascular.

Spinning – aula de ciclismo indoor, garante exercício cardiorrespiratório, que promove diminuição de gordura, fortalecimento especialmente dos membros inferiores.

Crossfit: baseado em atividades funcionais variadas e de alta intensidade. É adaptada de acordo com o nível de condicionamento do aluno.

* Fontes: Academias Cia Atlhetica; Bodytech; Turner Prime

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos