segunda-feira, julho 22, 2024
spot_img
InícioEspecialidadesInfectologiaExame identifica se sintomas gripais são decorrentes de vírus ou bactérias

Exame identifica se sintomas gripais são decorrentes de vírus ou bactérias

Um surto de vírus sincicial respiratório (VSR) está se alastrando pelo Brasil, especialmente em crianças de zero a nove anos, segundo o Boletim InfoGripe, publicado recentemente pela Fiocruz. Em tempos de pandemia, qualquer sintoma de gripe pode impactar de forma significativa na rotina de uma família. Uma criança que chega em casa com tosse e espirrando pode parar toda uma sala de aula, provocar afastamentos no trabalho e trazer preocupação sobre a gravidade da doença. Há, porém, um exame que pode esclarecer qual a causa do nariz escorrendo ou da garganta irritada, apontando se aqueles sintomas são provocados por uma bactéria ou por um vírus.

 

O diagnóstico é feito por meio de um teste molecular capaz de identificar 24 patógenos em uma única amostra colhida na região da nasofaringe, assim como feito na coleta para os testes moleculares para o coronavírus. Dessa forma, é possível que o tratamento seja melhor orientado, evitando a paralização das atividades em decorrência das medidas preventivas contra a Covid-19 ou o uso desnecessário de antibióticos.

 

“Nem toda doença respiratória necessita de antibiótico. As infecções virais e até algumas infecções bacterianas melhoram sem o medicamento. Os antibióticos devem ser evitados sempre que possível, pois causam efeitos colaterais e contribuem para o desenvolvimento de resistência das bactérias. Isso pode dificultar o tratamento de infecções graves, quando sua administração for realmente necessária”, alerta o diretor técnico do Laboratório Lustosa, Adriano Basques.

 

O Painel Respiratório – 24 patógenos é oferecido atualmente em laboratórios particulares, como o Lustosa. O resultado é disponibilizado em até 3 dias úteis e pode ser colhido nas unidades preferenciais para a Covid-19 ou em domicílio.

 

Sintomas – Congestão nasal, tosse, irritação na garganta, mal-estar, dores no corpo e na cabeça, falta de ar, fraqueza muscular, cansaço. Os sinais são muito parecidos e é comum haver dúvidas quanto ao tratamento. Identificar corretamente o problema faz toda a diferença na conduta com o paciente e no combate à pandemia.

 

Em primeiro lugar, é importante esclarecer que gripe, resfriados e covid-19 são todas doenças causadas por vírus. O resfriado comum pode ser causado por mais de 200 tipos de vírus e acomete mais a garganta e o nariz, com sintomas de inflamação e coriza (nariz escorrendo), mas raramente provoca febre ou dores musculares. Já a gripe é causada pelo vírus Influenza, que costuma mudar a cada ano, para o qual existe vacina. Neste caso, os sintomas costumam ser bem mais fortes que os do resfriado, pois além do acometimento da garganta e do nariz, pode haver mal-estar, febre e dores no corpo.

 

“As pessoas vacinadas contra a gripe podem ter os sintomas da doença, mas eles costumam ser menos intensos. A boa notícia é que resfriado ou gripe costumam ser limitados e o ciclo da doença raramente ultrapassa dez dias”, explica Basques.

 

Segundo o especialista, a gripe costuma ser mais aguda, surgindo de um dia para o outro e com sintomas bem fortes. Já o resfriado possui uma evolução mais lenta e a covid-19 não possui um padrão definido de sinais e sintomas, apesar da maioria dos casos ter evolução mais gradual, se agravando em torno do 8º dia após o início dos sintomas.

 

Vírus e bactérias identificados pelo Painel Respiratório – 24 patógenos
1. Coronavírus 229E (CoV-229E)
2. Coronavírus HKU-1 (CoV-HKU1)
3. Coronavírus OC43 (CoV-OC43)
4. Coronavírus NL63 (CoV-NL63)
5. Coronavírus SARS (SARS)2
6. Coronavírus SARS-CoV-2 (CoV-2)3
7. Vírus Sincicial Respiratório – subtipo A (RSV-A)
8. Vírus Sincicial Respiratório – subtipo B (RSV-B)
9. Vírus Influenza A (FLuA)
10. Vírus Influenza A – subtipo H3 (FluA-H3)
11. Vírus Influenza A – subtipo H1N1 (FluA-H1N1),
12. Vírus Influenza B (FluB)
13. Vírus Parainfluenza 1 (PIV-1)
14. Vírus Parainfluenza 2 (PIV-2)
15. Vírus Parainfluenza 3 (PIV-3)
16. Vírus Parainfluenza 4 (PIV-4)
17. Rinovírus (RhV)
18. Adenovírus1 (AdV)
19. Bocavírus (BoV)
20. Enterovírus4 (EV)
21. Metapneumovírus (MPV)
22. Bordetella pertussis (BP)
23. Bordetella parapertussis (BPP)
24. Mycoplasma pneumoniae

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos