quarta-feira, junho 19, 2024
spot_img
InícioSaúde e bem-estarSaúde físicaCachoeiras perto de BH para se refrescar no calor

Cachoeiras perto de BH para se refrescar no calor

Belo Horizonte têm registrado temperaturas acima de 37 graus na última semana, devido a uma forte onda de calor que atingiu praticamente todo o país. Buscar locais frescos e arejados nas grandes cidades, porém, é um grande desafio. Por isso, o Beagá Saúde trouxe uma dica bem refrescante para o seu fim de semana!

Bem do ladinho de BH, há dois grandes parques nacionais repletos de cachoeiras e atrativos naturais, que são a Serra do Cipó e a Serra do Gandarela. Confira!

 

SERRA DO CIPÓ

A Serra do Cipó é sempre lembrada como a primeira opção para quem quer fugir da agitação da capital mineira. O parque fica entre os municípios de Itambé do Mato Dentro, Jaboticatubas, Morro do Pilar, Nova União e Santana do Riacho. Existem quase 20 cachoeiras perenes com acesso gratuito, classificadas de acordo com o acesso (grau de dificuldade das trilhas), sinalização e distância. As entradas são divididas em portarias, veja só:

CACHOEIRAS GRATUITAS

Portarias Areias
– Cachoeira da Farofa (fácil, 8 km)
– Cachoeira dos Palmitos (moderada, 8 km)
– Lagoa Dourada (fácil, 7 km)
– Cânions Bandeirinhas (fácil, 14 km)

Portaria Retiro
– João Fernandes (moderada, 16 km)
– Droumond (moderada, 11 km)
– Retiro Velho (moderada, 10 km)
– Cachoeira de Deus (difícil, 13 km)
– Cachoeira Palmital (moderada, 13 km)
– Cachoeira Gavião (fácil, 7 km)
– Cachoeira Tombador (fácil, 10 km)
– Cachoeira Andorinhas (fácil, 8 km)

Portaria Alto do Palácio
– Cachoeira Espelho (difícil)
– Cachoeira Garças (difícil)
– Cachoeira Braúnas (difícil)
– Congonhas (moderada)

 

OUTROS ATRATIVOS

Os atrativos mais famosos da Serra do Cipó certamente são a Cachoeira de Tabuleiro, em Conceição do Mato Dentro, que está interditada atualmente por risco de deslocamento de pedras, e a Cachoeira Grande, um complexo com várias quedas, mas que cobra R$ 50 de entrada, por ser uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

Cachoeira Grande - Crédito: Rodrigo.Argenton, CC BY-SA 4.0, via Wikimedia Commons

 

No Arraial de São José da Serra, em Jaboticatubas, você também encontra o Restaurante da Cristina, que cobra R$ 25 por pessoa para ter acesso aos poços. Com uma caminhada de aproximadamente 7 minutos, você chega na cachoeira do Rala Bunda, que tem uma pedra que serve de escorregador natural.

 

SERRA DO GANDARELA

O Parque Nacional da Serra do Gandarela fica a 40 km de Belo Horizonte e grande parte dele fica dentro da Região Metropolitana de BH. Ele engloba oito municípios: Nova Lima, Itabirito, Ouro Preto, Mariana, Caeté, Santa Bárbara, Rio Acima e Raposos.

Parte da água de BH é proveniente das nascentes que estão nessa serra. Seu acesso é bem fácil, principalmente porque há muitas estradas construídas por mineradoras da região. A maioria dos atrativos são gratuitos.

ALGUMAS CACHOEIRAS
– Cachoeira das Borboletas (Itabirito)
– Cachoeira do Açude (Raposos)
– Brás Gomes (Itabirito)
– Cachoeira do Índio (Rio Acima)
– Cachoeira do Viana (Rio Acima)
– Poço Azul (Raposos)
– Cachoeira Santo Antônio (Raposos)
– Cachoeira dos Gatos (Raposos)
– Maquiné (Raposos)
– Tonhão (Raposos)
– Cachoeira do Sol (Raposos)
– Cachoeira do Capivary (Santa Bárbara)

ACURUÍ

A 80 km de BH, tem um lugar perfeito para famílias, aos pés da Serra da Gandarela. No distrito de Acuruí, em Itabirito, há uma porção de cachoeiras de acesso fácil, trilhas bem-sinalizadas e até prainhas de cascalho. A cachoeira de mais fácil acesso é a Chica Dona, que fica ao lado do estacionamento. Não é necessário fazer trilha. A entrada é R$ 20 por pessoa.

Você também pode seguir para o restaurante Catana da Serra e visitar as cachoeiras do Cascalho, Carranca e Cruzado. A do Cascalho é ótima para crianças, por ter vários lugares rasos para brincar. Guarde o lanche para fazer na cachoeira Carranca, que tem um espaço bem gostoso e fresco para um piquenique. Já a do Cruzado é um pouco mais perigosa, porém vale a visita para contemplar sua queda de 20 metros. A grande vantagem é que é tudo pertinho e você pode almoçar lá mesmo, no restaurante, e voltar no mesmo dia para BH. A visitação é R$ 25 por pessoa.

Cachoeira Carranca, em Acuruí - Crédito: Eulene Hemétrio
ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -spot_img

Mais Lidos