Início Para Você Homem Escrotoplastia: cirurgia íntima masculina ajuda reduzir atrito e desconforto

Escrotoplastia: cirurgia íntima masculina ajuda reduzir atrito e desconforto

0
297

A busca por cirurgias estéticas íntimas tem crescido tanto pelo público feminino, como também pelo masculino. Pouco conhecida pelos homens, a escrotoplastia ou lifting escrotal, cirurgia que promove a redução, suspensão e elevação da bolsa escrotal, pode ser indicada para pessoas que possuem flacidez na região, entre outros casos clínicos.

De acordo com o cirurgião plástico e sócio da Clínica 40k em Curitiba, especializada em atender exclusivamente o público masculino, Dr. Gustavo Mauro, a cirurgia melhora a aparência da região perineal. “A maioria dos homens desconhece esse procedimento, e por isso não sabem que há solução para casos em que há flacidez da bolsa escrotal. Geralmente, essa condição acomete mais os homens a partir dos 55 ou 60 anos pois, como todas as regiões do corpo, essa também envelhece e fica flácida com o passar do tempo”, revela o especialista.

Mas, não somente a flacidez da região é a causa do aumento e queda da bolsa escrotal. “Durante a consulta inicial e o exame clínico, realizamos um diagnóstico diferencial, para analisar se há outras patologias, como hérnias, presença de líquido ou tumores”, explica.

Hábitos como o uso de roupas íntimas frouxas e condições genéticas também podem ser responsáveis pelo aumento e flacidez da bolsa escrotal.

Levantando a bolsa

A cirurgia é bastante simples, segundo Dr. Gustavo. “O procedimento é realizado com anestesia local e sedação e dura cerca de 1h30. É realizada a retirada de pele através de uma incisão na linha média da bolsa escrotal e ao final suturado com pontos de plástica. A recuperação é bastante simples, e dependendo da atividade laboral do paciente, ele poderá retornar ao trabalho no dia seguinte”, detalha.

O pós-operatório, no entanto, requer alguns cuidados, similares ao da vasectomia. “Recomendamos que o paciente use roupas íntimas de leve compressão e que suspenda as atividades físicas e as relações sexuais por aproximadamente 15 dias para a recuperação do local. Além disso, são receitados medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios. O procedimento não afeta a sensibilidade e a funcionalidade da região e as cicatrizes são imperceptíveis. No geral, a cirurgia tem um resultado bastante positivo, pois uma das mais frequentes reclamações dos homens é o atrito causado pela bolsa nas roupas, além do incomodo para a realização de atividades físicas”, pontua.

“É importante que os homens saibam que existe solução e que não se trata exclusivamente de um problema estético, mas também de uma condição clínica em que o procedimento de escrotoplastia é também funcional, pois elimina o desconforto provocado pelo excesso de pele na região do pênis”, conclui o especialista.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui